Menu do site

Categorias da seção

Categorias do canal

Estatísticas

Noções de teoria musical - segunda parte

Notação musical

A música é escrita por meio de um sistema de notação musical que usa símbolos próprios. Estes símbolos são escritos sobre um conjunto de cinco linhas chamado "pauta" ou "pentagrama". As notas musicais são escritas sobre as linhas do pentagrama (a linha corta a nota ao meio) e também entre os espaços entre as linhas. As notas são tocadas na sequência em que aparecem, da esquerda para a direita. Observe a figura a seguir. Nela, há uma sequência de notas em que vão, desde a primeira linha inferior do pentagrama, até a última linha superior. As notas são escritas em linha, espaço, linha, espaço, e assim por diante. Após uma linha, a próxima nota acima ficará em um espaço. Clique no atalho abaixo da figura, ouça as nove notas do exemplo abaixo e observe como os sons ficam mais agudos, à medida em que a posição de cada nota seguinte é mais alta, no pentagrama.


Ouça aqui

Mas, afinal, como saber que notas (dó, ré, mi, fá, sol, la e si) correspondem a cada linha e espaço do pentagrama? Para resolver essa questão existem as claves, que são símbolos colocados no canto esquerdo do pentagrama. As claves levam o nome de notas musicais. As principais delas são a clave de sol, a clave de fá e a clave de dó. Usa-se apenas uma clave, de cada vez, em um pentagrama.





A Clave de sol

A clave de sol indica o lugar da nota sol, no pentagrama. Observando a figura abaixo, podemos perceber que, ao escrever (desenhar) a clave de sol, começamos a fazê-lo, na segunda linha inferior, no "X" vermelho, na figura.



Portanto, a função da clave de sol é determinar que a segunda linha será o lugar da nota sol. Ou seja, sempre que constar a clave de sol num pentagrama, todas as notas que estiverem sobre a segunda linha serão sol. Apartir da nota sol, é possível descobrir que notas correspondem a todas as outras linhas e espaços do pentagrama. Lembre-se que, como vimos na primeira parte da teoria musical, as notas organizam-se conforme uma escala ascendente ou descendente. Ou seja, numa escala ascendente, a próxima nota acima de uma nota dó, sempre será um ré, a próxima acima de um ré, será um mi. Da mesma forma, na escala descendente, podemos dizer que abaixo de uma nota dó, sempre virá uma nota si; abaixo de um si, sempre virá um lá, e assim por diante. É como se estivéssimos subindo ou descendo os degraus de uma escada. Sendo assim, descobrimos que as duas primeiras notas do pentagrama são mi e fá, pois (descendo a escada) abaixo de uma nota sol sempre vem uma nota fá e abaixo de um fá, uma nota mi. Talvez você não entenda por que a primeira linha não correponde ao dó. A explicação é que, uma sequência ascendente ou descendente de notas não tem que começar em dó. Pode-se tocar uma escala, a partir de qualquer nota. De acordo com a clave de sol, podemos agora identificar todas as notas do pentagrama, conforme a figura a segurir:



Resumindo, temos que as linhas do pentagrama, na clave de sol correspondem às notas mi, sol, si, ré, fá. Os espaços correspondem a fá, lá, dó, mi (para memorizar, lembre dos verbos "falar e dormir").



As notas musicais não se limitam às nove notas que estudamos, nos pentagramas anteriores. Lembre-se que vimos, na primeira parte, que a escala musical extende-se, tanto no sentido ascendente como no descendente, até onde o ouvido humano consegue percebê-la. Assim, sempre que houver necessidade de escrevermos outras notas além do pentagrama, utilizaremos linhas suplementares superiores e inferiores, seja abaixo ou seja acima do pentagrama. Não há limite para o número de linhas suplementares. No exemplo a seguir, constam até três linhas suplementares.

Formulário de Login

Pesquisar

Amigos do site
  • Crie seu site gratuitamente
  • Desktop Online
  • Jogos Online Gratuitos
  • Vídeo Tutoriais
  • Tags HTML
  • Kits de Navegação

  • Copyright MyCorp © 2020Crie um site grátis com o uCoz